Pular para o conteúdo principal

(209) POESIA - A LÍNGUA DO NHÉM - CECÍLIA MEIRELES



Havia uma velhinha
que andava aborrecida
pois dava a sua vida
para falar com alguém.
E estava sempre em casa
a boa velhinha
resmungando sozinha:
nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem...


O gato que dormia
no canto da cozinha
escutando a velhinha,
principiou também
a miar nessa língua
e se ela resmungava,
o gatinho a acompanhava:
nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem
...


Depois veio o cachorro
da casa da vizinha,
pato, cabra e galinha
de cá, de lá, de além,
e todos aprenderam
a falar noite e dia
naquela melodia
nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem...


De modo que a velhinha
que muito padecia
por não ter companhia
nem falar com ninguém,
ficou toda contente,
pois mal a boca abria
tudo lhe respondia:
nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem...





BOA LEITURA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(304) POEMAS HOMENAGEANDO A BANDEIRA NACIONAL

*****************************************************************************

Dia da bandeira 19 de novembro
É o dia da bandeira É pra se comemorar  Sem levar na brincadeira Símbolo de uma nação Orgulho do nosso coração Ao vê-la tremular Ao som de sua canção.
Nossa bandeira Soberana entre as nações És a mais belas Entre todos os brasões.
Das suas cores Retiramos nossos tesouros Por ela nos orgulhamos Enchemos-nos de grandes valores.
Do seu verde temos a cor Nossas belas  florestas Repleto de grandiosa fauna E rica em sua flora.
Do amarelo esplendoroso Extraímos nossa riqueza Do azul temos nosso céu Do branco a paz de um país harmonioso.
Nossa bandeira

(415) FOLCLORE BRASILEIRO DA REGIÃO CENTRO - OESTE - PARTE 4

FOLCLORE BRASILEIRO DA REGIÃO CENTRO - OESTE :
CENTRO - OESTE

Danças: tapiocas, congada, reisado, folia de reis,

 cururu e tambor.


Festas tradicionais: carvalhada, tourada, festas 

juninas.



Lendas: pé-de-garrafa, Lobisomem, Saci-Pererê, 

Romãozinho (ver abaixo a lenda de Romãozinho)