Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

(546) TEXTO: A BORRACHARIA - AUTOR MARIO PRATA

"APAIXONE-SE PELA MATÉRIA QUE LECIONA. A EMPOLGAÇÃO É CONTAGIANTE."
 KAREN KATAFIASZ



Tudo evolui no Brasil. Menos a borracharia. Já notou? São exatamente iguais as borracharias da nossa infância, quando íamos lá com nossos pais. Inclusive os borracheiros parecem ser os mesmos. Parecem feitos de borracha, não envelhecem. Há algumas décadas não devem mais nascer garotos que dizem: vou ser borracheiro quando crescer. Para cada borracharia existem dois borracheiros. Um mais velho (que é para quem você vai pagar no final do serviço) e o mais jovem (que é quem pega no duro). Duvido que alguém já viu uma borracharia limpa. Para ser uma boa borracharia ela deve ser imunda. Não é suja, é imunda mesmo. Assim como os borracheiros. Eles não lavam as calças e as camisetas há séculos. Não há lugar para se sentar. Jamais. Você tem que ficar em pé esperando o serviço. E acompanhando atentamente. A coisa começa na porrada, literalmente. Um super-martelo e o cara bate pra valer no nosso pneu para t…

(545) TEXTO: O HOMEM E A GALINHA - AUTORA RUTH ROCHA

Era uma vez um homem que tinha uma galinha. Era uma galinha como as outras. Um dia a galinha botou um ovo de ouro. O homem ficou contente. Chamou a mulher: - Olha o ovo que a galinha botou. A mulher ficou contente: - Vamos ficar ricos! E a mulher começou a tratar bem da galinha. Todos os dias a mulher dava mingau para a galinha. Dava pão de ló, dava até sorvete. E a galinha todos os dias botava um ovo de ouro. Vai que o marido disse: - Para que este luxo todo com a galinha? Nunca vi galinha comer pão de ló... Muito menos sorvete! Vai que a mulher falou: - É, mas esta é diferente. Ela bota ovos de ouro! O marido não quis conversa: - Acaba com isso. mulher. Galinha come farelo. Aí a mulher disse: - E se ela não botar mais ovos de ouro? - Bota sim! - o marido respondeu. A mulher todos os dias dava farelo à galinha. E a galinha botava um ovo de ouro. Vai que o marido disse: - Farelo está muito caro, mulher, um dinheirão! A galinha pode muito bem comer milho. - E se ela não botar mais ovo…

(544) POR QUE CRIANÇA NÃO PODE TRABALHAR? TEXTO REPRODUZIDO DE UMA PROVA DO SARESP

CRIANÇA NÃO PODE TRABALHAR POR UM MOTIVO SIMPLES: PORQUE ELA  ESTÁ MUITO OCUPADA SENDO CRIANÇA. SER CRIANÇA É TER A LIBERDADE DE  FAZER UMA PORÇÃO DE COISAS: IR A ESCOLA, BRINCAR, LER,PRATICAR ESPORTES, CONVIVER COM OUTRAS CRIANÇAS. SER CRIANÇA É SER LIVRE PARA INVENTAR BRINCADEIRAS, FAZER DESCOBERTAS E, AOS POUQUINHOS, APRENDER A LER O MUNDO. QUANDO UMA CRIANÇA TRABALHA, NÃO SOBRA TEMPO PARA BRINCAR E ESTUDAR. AS CRIANÇAS QUE TRABALHAM, EM VEZ DE PAPEL E LÁPIS, USAM ENXADAS E PÁS. EM VEZ DE CONVIVER COM OUTRAS CRIANÇAS NA SALA DE AULA, ELAS PASSAM O DIA CERCADAS DE ADULTOS, SUANDO A CAMISA EM LAVOURAS, EM CARVOARIAS, EM LARES DE ESTRANHOS, EM LIXÕES E NAS RUAS. O ECA ( ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE) DIZ COM TODAS AS LETRAS: ABAIXO DOS 16 ANOS É PROIBIDO TRABALHAR. MAS ESTAR  ESCRITO NA LEI NÃO É SUFICIENTE. É PRECISO QUE OS GOVERNOS, AS FAMÍLIAS E AS EMPRESAS ESTEJAM ATENTOS E PRONTOS A AJUDAR AS CRIANÇAS QUE TRABALHAM, TIRANDO-AS DESSAS ATIVIDADES, GARANTINDO QUE ELAS POSSAM ESTU…

(543) A CHATA E AS BARATAS - AUTORA DILEA FRATE - TEXTO REPRODUZIDO DE UMA PROVA DO SARESP

SARESP:OSistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo(SARESP),é uma prova externa, aplicada anualmente, desde 1996, pelaSecretaria da Educação do Estado de São Paulo para avaliar sistematicamente o Ensino Básico na rede estadual, e produzir um diagnóstico do rendimento escolar básico paulista. É aplicada, geralmente, no final de cada ano letivo para alunos de ensino que estão matriculados nos primeiros 2º, 3º, 5º, 7º e 9º anos doEnsino Fundamental, e o último (3ª série) doEnsino Médio. O SARESP monitora os avanços da educação no estado, e procura, com base nos resultados da avaliação, obter indicadores educacionais que possam subsidiar a elaboração de intervenção técnico-pedagógica, visando a corrigir possíveis distorções detectadas no sistema de ensino e melhorar a sua qualidade escolar. O SARESP é aberto à participação das redes municipais e escolas particulares por meio de adesão. Através de convênio, as provas a serem aplicadas nas unidades administradas pelos m…

(542) HORÁRIO DE VERÃO

"Eram pardos, todos nus, sem coisa alguma que lhes cobrisse as suas vergonhas."

Trecho da carta de Pero Vaz de Caminha, em que ele descreve o primeiro encontro dos portugueses com os índios, em 1500.



O conceito do horário de verão nasceu no século XVII, nos Estados Unidos. A ideia era adiantar o relógio em uma hora, a fim de aproveitar melhor a luz natural do dia, que é mais longo durante o verão. Em inglês, o horário de verão recebe o nome de Daylight Saving Time. 


No Brasil, 0 horário de verão foi adotado pela primeira vez entre 3 de outubro de 1931 e 31 de março de 1932. Chamava-se Horário de Economia de Luz no verão. Ele já foi adotado também em 1932, 1949, 1950, 1951, 1952, 1963, 1965, 1966 e 1967. Entre 1968 e 1984, o horário de verão deixou de ser adotado no Brasil. No verão de 1985, os relógios foram adiantados como parte de um pacote de medidas tomadas pelo governo para solucionar o problema de falta de água nos reservatórios das hidrelétricas.
O horário de verão ajuda a …