Pular para o conteúdo principal

(435) FÁBULA DE ESOPO - A RAPOSA E AS UVAS




FÁBULA DE ESOPO – A RAPOSA E AS UVAS
Uma Raposa, morta de fome, viu, ao passar diante de um pomar, penduradas nas ramas de uma viçosa videira, alguns cachos de exuberantes Uvas negras, e o mais importante, maduras.
Não pensou duas vezes, e depois de certificar-se que o caminho estava livre de intrusos, resolveu colher seu alimento.
Ela então usou de todos os seus dotes, conhecimentos e artifícios para pegá-las, mas como estavam fora do seu alcance, acabou se cansando em vão, e nada conseguiu.
Desolada, cansada, faminta, frustrada com o insucesso de sua empreitada, suspirando, deu de ombros, e se deu por vencida.
Por fim deu meia volta e foi embora. Saiu consolando a si mesma, desapontada, dizendo:
"Na verdade, olhando com mais atenção, percebo agora que as Uvas estão todas estragadas, e não maduras como eu imaginei a princípio..."
Moral da História:
Ao não reconhecer e aceitar as próprias limitações, o vaidoso abre assim o caminho para sua infelicidade.
Moral da História Alternativa:
Ao não aceitar as próprias limitações, perde o indivíduo a oportunidade de corrigir suas falhas...


O QUE É FÁBULA?
Fábula é uma composição literária em que os personagens são geralmente animais, forças da natureza ou objetos, que apresentam características humanas, tais como a fala, os costumes, etc. Estas histórias são geralmente feitas para crianças e terminam com um ensinamento moral de caráter instrutivo.

A fábula é uma narrativa em prosa ou poema épico breve de caráter moralizante, protagonizado por animais, plantas ou até objetos inanimados. Contém geralmente uma parte narrativa e uma breve conclusão moralizadora, onde os animais se tornam exemplos para o ser humano, sugerindo uma verdade ou reflexão de ordem moral.

Boa Leitura amiguinhos!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(304) POEMAS HOMENAGEANDO A BANDEIRA NACIONAL

*****************************************************************************

Dia da bandeira 19 de novembro
É o dia da bandeira É pra se comemorar  Sem levar na brincadeira Símbolo de uma nação Orgulho do nosso coração Ao vê-la tremular Ao som de sua canção.
Nossa bandeira Soberana entre as nações És a mais belas Entre todos os brasões.
Das suas cores Retiramos nossos tesouros Por ela nos orgulhamos Enchemos-nos de grandes valores.
Do seu verde temos a cor Nossas belas  florestas Repleto de grandiosa fauna E rica em sua flora.
Do amarelo esplendoroso Extraímos nossa riqueza Do azul temos nosso céu Do branco a paz de um país harmonioso.
Nossa bandeira

(415) FOLCLORE BRASILEIRO DA REGIÃO CENTRO - OESTE - PARTE 4

FOLCLORE BRASILEIRO DA REGIÃO CENTRO - OESTE :
CENTRO - OESTE

Danças: tapiocas, congada, reisado, folia de reis,

 cururu e tambor.


Festas tradicionais: carvalhada, tourada, festas 

juninas.



Lendas: pé-de-garrafa, Lobisomem, Saci-Pererê, 

Romãozinho (ver abaixo a lenda de Romãozinho)