Pular para o conteúdo principal

GEOGRAFIA - CLIMA E TEMPO - FENÔMENOS QUE OCORREM NAS REGIÕES BRASILEIRAS


GEOGRAFIA - CLIMA E TEMPO - FENÔMENOS QUE OCORREM NAS REGIÕES BRASILEIRAS




Clima e Tempo

Quando você está de férias, ou em um feriado prolongado com certeza vai querer aproveitar todos os dias de folga, e por isso você já sabe que se estiver chovendo, ou se estiver muito quente terá que mudar os planos ou tomar alguns cuidados importantes, não é verdade? Nestas situações você deverá procurar saber como está o tempo ou o clima???

Pois é, normalmente usamos as duas palavras como se tivesse o mesmo significado, mas são diferentes: o tempo significa como estão as condições atmosféricas em um determinado período do dia, ou seja, está quente, com possibilidade de chuvas, ou muito frio, com possibilidade de nevar. O tempo pode mudar rapidamente, e depende muito de alguns fatores, como por exemplo, se mudar a direção e a velocidade do vento ou se aumentar a umidade do ar. Já o clima representa as condições atmosféricas consideradas como padrão de uma região, é mais duradouro, ou seja, permanece por séculos da mesma forma. Portanto, quando você está de férias tem que saber como está o tempo daquela região.

Tipos de Clima

Nosso planeta tem climas diferenciados e, para poder estudar melhor como são esses climas, os geógrafos traçaram linhas imaginárias dividindo a terra de acordo com a incidência do sol sobre a Terra. Existem 3 linhas imaginárias: a primeira é a linha do Equador, que divide a Terra em duas metades ou hemisférios norte e sul e das outras duas fazem parte os dois trópicos, de Capricórnio e de Câncer. Os trópicos são as linhas imaginárias paralelas à linha do Equador.

Assim temos tipos de climas diferenciados na Terra, veja só:

Equatorial: tipo de clima que tem temperatura média de 25°C e está presente nas regiões que ficam próximas à linha do Equador. Nessas regiões chove durante todo o ano e como exemplos podemos mencionar a região da Floresta Amazônica, Colômbia, Suriname (América do Sul), no Congo (África) e na Malásia (Ásia).


Tropical: tipos de clima com temperatura média superior a 20°C, e no verão pode ser superior a 25°C com alto índice de chuvas. No inverno há períodos de seca. É encontrado no Nordeste, no Sudeste e no Centro-Oeste do Brasil e, na Venezuela (América do Sul), na Austrália (Oceania), na Índia e na China (Ásia) e na África do Sul (África).

Temperado: clima predominante nas regiões situadas entre o Polo Norte e o Trópico de Câncer e entre o Trópico de Capricórnio e o Polo Sul. As temperaturas ficam em torno de 18°C, mas no inverno podem chegar até zero grau. As chuvas são bem distribuídas durante o ano e as estações são bem definidas. Este tipo de clima é encontrado no Sul do Brasil e em países como Argentina e Chile (América do Sul), Estados Unidos (América do Norte), Grécia e Itália (Europa), Coreia do Norte e Japão (Ásia).


Mediterrâneo: tipo de clima temperado com chuvas mais intensas no inverno e no outono e com verões quentes e secos. É encontrado principalmente no sul da Europa, na região banhada pelo Mar Mediterrâneo, mas também ocorre nos Estados Unidos (América do Norte) e no Chile (América do Sul), por exemplo.


Continental: clima caracterizado por temperatura média superior a 10°C nos meses mais quentes e inferior a zero grau nos meses mais frios. É registrado em regiões no interior dos continentes, como na China (Ásia), no Canadá e nos Estados Unidos (América do Norte) e na Rússia (Europa/Ásia).


Polar: clima característico das regiões polares tem temperaturas médias abaixo de zero grau, com inverno longo e verão seco e curto. Raramente chove e, quando há precipitação, ela ocorre em forma de neve. O clima polar é encontrado, por exemplo, em todo o continente da Antártida, no Canadá, nos Estados Unidos (América do Norte) e na Islândia (Europa).


Árido: este tipo de clima é também chamado de desértico, a umidade atmosférica é baixa e as temperaturas são elevadas. Esse tipo de clima é encontrado na Austrália (Oceania), na China (Ásia), nos Estados Unidos (América do Norte), no Chile e no Peru (América do Sul) e na Namíbia (África), por exemplo.


Fenômenos Climáticos
Mudanças bruscas no tempo (e não no clima!) podem desencadear fenômenos climáticos naturais que algumas vezes podem destruir cidades, veja quais são eles:

Seca: é o fenômeno climático causado pela insuficiência de chuva numa determinada região por um período de tempo muito grande, causando, muitas vezes problemas de erosão.


Inundação: é o resultado de uma grande quantidade de chuva que não foi suficientemente absorvida por rios e outras formas de escoamento. Há dois tipos de inundação: a inundação fluvial, quando há uma grande precipitação, causando esta o transbordamento de rios, lagos, etc., e a inundação de origem marítima, que é causada por grandes ondas, são os chamados tsunamis.

Furacão e tufão: são nomes regionais para ciclones tropicais de grande intensidade. São sempre devastadores, apesar de ter intensidades diferentes. Formam-se pelo encontro das massas de ar quente e fria. Apesar dessas massas de ar não se misturarem, quando chocam ocorre um movimento circular entre elas, já que o ar frio tende a descer e o ar quente tende a subir. De modo geral não duram mais que uma hora e a velocidade de deslocação pode variar entre 1,5Km/h e 400Km/h.


Incêndios: existem incêndios que são provocados por fatores naturais e não pela ação do homem como é o caso das descargas elétricas provenientes de raios e trovões. Esse tipo de incêndio afeta com mais frequência as florestas.


Raio: é uma descarga elétrica muito intensa que se produz pelo contato entre nuvens de chuva ou entre uma destas nuvens e a terra. A descarga é visível a olho nu, com trajetórias sinuosas e de ramificações irregulares às vezes com muitos quilômetros de distância até o solo. Este fenômeno produz um clarão conhecido como relâmpago e também uma onda sonora chamada trovão.
Fonte: Smartkids
Curiosidade
Brasil é o lugar onde acontece maior incidência de raios por ano, diz estudo.
Por ser o maior país da chamada zona tropical favorece a formação de tempestades; 50 milhões de raios caem no Brasil anualmente.

HUMOR:


BOM TRABALHO!!!!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROJETO ANIMAIS DO MAR - TUBARÃO AZUL - FICHA TÉCNICA

PROJETO ANIMAIS DO MAR - TUBARÃO AZUL - FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA DO ANIMAL MARINHO:

NOME: TUBARÃO AZUL

PESO: DE 70 A 240 KG.

COMPRIMENTO: OS ADULTOS CHEGAM A MEDIR CERCA DE 4 METROS, 

MAS ESTÃO ENTRE OS MENORES DOS ASSIM CHAMADOS "GRANDES 

TUBARÕES".

ONDE VIVE: MARES TROPICAIS E TEMPERADOS DO MUNDO INTEIRO, 

PREFERINDO NADAR EM MAR ABERTO.

ALIMENTAÇÃO: ALIMENTAM-SE DE LULAS E PEQUENOS PEIXES EM 

QUALQUER LUGAR, DESDE A SUPERFÍCIE ATÉ 450 METROS DE 

PROFUNDIDADE.

POEMAS HOMENAGEANDO A BANDEIRA NACIONAL

POEMAS - DIA DA BANDEIRA



*****************************************************************************

Poesia dia da bandeira
Dia da bandeira
19 de novembro É o dia da bandeira
É pra se comemorar 
Sem levar na brincadeira

Símbolo de uma nação
Orgulho do nosso coração
Ao vê-la tremular
Ao som de sua canção.
Nossa bandeira Soberana entre as nações
És a mais belas
Entre todos os brasões.
Das suas cores Retiramos nossos tesouros
Por ela nos orgulhamos
Enchemos-nos de grandes valores.
Do seu verde temos a cor Nossas belas  florestas
Repleto de grandiosa fauna
E rica em sua flora.
Do amarelo esplendoroso Extraímos nossa riqueza
Do azul temos nosso céu
Do branco a paz de um país harmonioso.
Nossa bandeira É nosso manto
Onde hasteada
Enche-nos de brio 
Representando nosso Brasil. 

Wagner Poeta
******************************************************** U

PROJETO ANIMAIS DO MAR - CARANGUEJO - FICHA TÉCNICA

PROJETO ANIMAIS DO MAR - CARANGUEJO - FICHA TÉCNICA


FICHA TÉCNICA DO ANIMAL MARINHO:


NOME:  CARANGUEJO.

PESO: DE 1 A 20 QUILOS.

COMPRIMENTO:  CERCA DE 9 A 20 CENTÍMETROS EM MÉDIA.

ONDE VIVEM: NAS REGIÕES DE MANGUES  (VER TEXTO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA).

ALIMENTAÇÃO:  MOLUSCOS, TATUÍRAS, VEGETAIS E RESTOS DE ANIMAIS 

MORTOS.

FILHOTES:  NASCEM DE OVOS.