Pular para o conteúdo principal

COMEMORAÇÃO - 11 DE AGOSTO - DIA DA TELEVISÃO...

ONZE DE AGOSTO - DIA DA TELEVISÃO
DIA ONZE DE AGOSTO -DIA DA TELEVISÃO

O início

John Logie Baird é tido, oficialmente, como o pai da 
televisão. Através do protótipo de câmera que ele 
mesmo inventara, John transmite imagens de seu laboratório para uma platéia composta de cientistas em fevereiro de 1926.

 
No mesmo ano, era fundada a Radio Corporation of America (RCA) que montou estúdios nos Estados Unidos e fez a primeira demonstração televisiva usando uma estátua fincada do próprio jardim como teste. A imagem era do famoso personagem dos quadrinhos, Gato Félix, com 2 metros de altura, transmitida para um televisor com 60 linhas de capacitação.
 

A mesma RCA emprestaria sua tecnologia para a TV Tupi iniciar sua programação no Brasil, 24 anos depois.
Enquanto isso, de volta a Londres, em 1936, a empresa British Broadcasting Corporation (BBC) foi pioneira ao começar a funcionar com um sistema eletrônico rudimentar, colocando no ar as primeiras transmissões públicas de TV na Inglaterra.

Três anos depois, em 1939, os americanos assistem àquela que consideram a primeira transmissão televisiva, proporcionada por David Sarnoff, presidente da RCA, diretamente da feira de Nova York. Na ocasião, ele foi ridicularizado ao pronunciar que a TV iria ser tão popular quanto o rádio.

 

Primeiro programa



O primeiro programa de televisão foi exibido no país no dia 18 de setembro de 1950 pela emissora Tupi, tendo como apresentadora, a atriz Yara Lins. 
O evento, patrocinado pelo empresário do ramo das comunicações, Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Melo, conhecido como Chatô e dono dos Diários Associados, contou com a participação de várias personalidades do show bizz da época. O frei cantor mexicano, José Mojica, entoou o hino "Canção da TV" composto para a ocasião e foi uma das atrações da noite.C

 A poetisa
Rosalina Coelho Lisboa, nomeada madrinha da invenção, também fez parte do show, declamando alguns poemas.


  
No dia seguinte, era exibido o primeiro telejornal brasileiro "Imagens do dia", recebido por cerca dos 100 aparelhos de TV importados, existentes no país.






A seguir, a Tupi engrenava como a única e favorita da telinha e transmitia espetáculos de dança exibidos no Teatro Municipal de São Paulo, peças do Teatro Brasileiro de Comédia e programas como o TV de Vanguarda com atores encenando, ao vivo, textos clássicos da Broadway.






No ano seguinte, a TV Tupi era inaugurada no Rio de Janeiro e lançava o telejornal "Repórter Esso", que alcançou enorme sucesso até o final da década de 60.



Ainda em 1953, a TV Record de São Paulo iniciava suas transmissões, sendo os programas infantis o carro-chefe da emissora. Sete anos depois, já são 20 empresas de televisão espalhadas pelo país, cujas imagens transmitidas eram captadas por cerca de 1,8 milhão de aparelhos.




O videoteipe seria introduzido no país em 1962 para melhorar a qualidade das produções que, até então, eram realizadas ao vivo. Com o aparelho, ficou possível gravar e editar as imagens antes da sua transmissão nos programas.


As telenovelas - Emissoras


A TV Tupi foi pioneira ao introduzir a telenovela, gênero televisivo de maior sucesso até hoje em várias emissoras. Trata-se de uma narrativa em episódios especialmente produzida para a televisão, tendo sua origem nas novelas de rádio tão populares na década de 30.

A primeira telenovela brasileira, exibida duas vezes por semana, chama-se "Sua vida me pertence", com Vida Alves e Walter Forster. O casal de atores foi responsável pelo primeiro beijo na televisão, considerado uma ousadia para a época.
                                 

A partir da década de 60, passam a ser patrocinadas por produtos de lavar roupa, daí o nome "soap opera" nos Estados Unidos, sendo dirigidas, principalmente, para as donas de casa.

Em 1963, outra emissora, a TV Excelsior, lança a primeira telenovela de 
exibição diária. Com Tarcísio Meira e Glória Menezes, "2-5499 - Ocupado" foi transmitida sempre às 19h durante três meses.
  
O primeiro grande sucesso de audiência foi "O direito de nascer", exibida em 1965 pela TV Tupi e a revolução no gênero seria 3 anos mais tarde com "Beto Rockefeller" que introduziu temas nacionais com uma linguagem coloquial.
                      
Na década de 70, a Rede Globo de Televisão, fundada em 1965, assume a liderança na produção de telenovelas e torna-se imbatível na audiência até os dias de hoje. Muitas de suas novelas foram e continuam sendo exportadas para mais de 120 outros países como (1976)
"O bem amado" (1973) e "A escrava Isaura", as primeiras a seguirem novos rumos.

         


O surgimento da TV a cores


Em 31 de março de 1972, acontece a primeira transmissão a cores com a Festa da Uva de Caxias, Rio Grande do Sul. No Brasil o sistema é PAL-M que não mantém similaridade com o de outros países, desestimulando a importação de aparelhos receptores. O investimento para 'colorir' as imagens é oneroso para a maioria das emissoras, com exceção da Globo.





Vai ao ar o programa infantil "Vila Sésamo", versão brasileira de Sesame Street, uma co-produção entre a TV Cultura e Rede Globo. Faziam parte do elenco Armado Bogus, Araci Balanian, Sônia Braga e Laerte Morrone como Garibaldo. O programa era gravado então moderno estúdio da TV Cultura em São Paulo.





O Ministério das Comunicações regulamenta a exibição de comerciais de 3 minutos para cada quinze minutos de programação. Dezembro o PRONTEL – Programa Nacional de Telecomunicações regulamenta a formação de redes. 

Tempos modernos - TV digital

Há quase sessenta anos, quando a televisão chegou pela primeira vez no Brasil, ninguém acreditou que hoje haveria pelo menos uma TV colorida em quase toda casa. Há pouco menos de dois anos, quando foi feita a primeira transmissão de televisão digital, imaginamos também que ela demoraria a se popularizar. Será verdade?
               
Em ambas as estreias, pouquíssimos telespectadores ficaram do outro lado da telinha para apreciar a novidade. Quando inaugurou a televisão no Brasil, o visionário Assis Chateaubriand comprou cerca de 200 aparelhos e espalhou em vitrines por toda São Paulo, para que o povo pudesse assistir.
                                           
Com a chegada da TV digital, a história se repetiu de forma semelhante: os aparelhos compatíveis começaram a ser vendidos poucas semanas antes, com preços proibitivos. Resultado: a televisão digital estreou para pouco mais de mil telespectadores em um evento e nas vitrines e prateleiras de lojas.

Diferenças

A primeira diferença da TV digital é a resolução: enquanto a TV analógica trabalha em média com 480 linhas horizontais, a digital trabalha com 1080. Isso significa que cada imagem transmitida terá muito mais pontos compondo-a, e você terá uma qualidade semelhante à que possui no monitor de seu computador.

A comparação é quase impossível, pois mesmo o pior monitor pode ser três vezes melhor do que a televisão, e o melhor pode ter uma qualidade até dez vezes maior.

No áudio
A diferença no áudio também é grande, enquanto a TV analógica trabalhava com um canal (mono) ou dois canais (estéreo) de áudio, a TV digital suporta até seis canais, o Dolby Digital. Outra diferença reside no formato da imagem. O formato, no sistema digital é o widescreen, com a proporção 16:9, semelhante às telas de cinema, diferente do padrão analógico, que funciona na proporção 4:3.

Vantagens da TV Digital

A melhora na qualidade da imagem é a primeira vantagem valiosa da transmissão digital. chuviscos, fantasmas, chiados e outros problemas, não existem mais, mesmo para quem não possui uma televisão de alta definição, já será possível ter uma qualidade semelhante à de um DVD.

A melhora na qualidade do som transmitido também dá um salto com o sistema digital, trazendo possibilidade de ter em casa som de cinema. E a melhor parte disso tudo é que você não precisa ter uma televisão na sua casa para ver transmissões digitais. A TV digital pode ser assistida nos celulares e nos computadores, quando devidamente equipados para tal, além de poder ser vista em carros, trens, ônibus, sem perder qualidade por causa do movimento.
         
Outra grande vantagem, graças à maior largura da banda de transmissão, é a possibilidade de interatividade, permitindo às emissoras obter dados mais precisos de audiência, realização de compra de produtos, enquetes, entre outros. Qualquer pessoa poderá usufruir da interatividade inteiramente se conectar sua televisão ou conversor à rede mundial de computadores.

As emissoras em breve poderão disponibilizar aos telespectadores informações adicionais sobre a programação, como sinopse e ficha técnica do filme sendo apresentado, resumo dos capítulos anteriores de uma novela, informações sobre o time que está jogando, entre outras. Tudo isso direto na televisão, através do conversor embutido ou comprado separadamente.

Termos mais utilizados

Hoje em dia, quando se fala em televisão digital, uma série de termos e siglas surge no meio do assunto, deixando todos meio confusos. Vamos explicar o que significa cada termo relacionado:

HDTV: é uma abreviatura para o termo High Definition Television, significa nada mais que televisão em alta definição, que é o principal conceito da televisão digital. A alta definição é de 720 ou 1080 linhas horizontais para as imagens transmitidas e recebidas. Na televisão digital, o áudio também possui alta qualidade, podendo ser transmitido e recebido em seis canais, como nos cinemas e sistemas de home theather.

Aparelhos Full HD: também conhecidos como High Definition TV ou televisão de alta definição, são aparelhos capazes de reproduzir imagens com uma definição de 720 ou 1080 linhas horizontais. Além de serem capazes de reproduzir o sinal digital recebido em alta definição, podem exibir a melhor resolução disponível em DVDs de alta definição, discos Blue-Ray ou HD-DVD.

Conversor set-top box: é o equipamento que deve ser conectado às televisões que não possuem um sintonizador digital, para que o sinal possa ser convertido pelo aparelho. Alguns conversores set-top box possuem integrado um gravador de vídeo digital, que permite capturar a programação televisiva para ser visualizada posteriormente.

Fontes:
pesquisas 

IBGE/tecmundo/psfrancisco

BOM TRABALHO!!!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROJETO ANIMAIS DO MAR - TUBARÃO AZUL - FICHA TÉCNICA

PROJETO ANIMAIS DO MAR - TUBARÃO AZUL - FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA DO ANIMAL MARINHO:

NOME: TUBARÃO AZUL

PESO: DE 70 A 240 KG.

COMPRIMENTO: OS ADULTOS CHEGAM A MEDIR CERCA DE 4 METROS, 

MAS ESTÃO ENTRE OS MENORES DOS ASSIM CHAMADOS "GRANDES 

TUBARÕES".

ONDE VIVE: MARES TROPICAIS E TEMPERADOS DO MUNDO INTEIRO, 

PREFERINDO NADAR EM MAR ABERTO.

ALIMENTAÇÃO: ALIMENTAM-SE DE LULAS E PEQUENOS PEIXES EM 

QUALQUER LUGAR, DESDE A SUPERFÍCIE ATÉ 450 METROS DE 

PROFUNDIDADE.

PROJETO ANIMAIS DO MAR - CARANGUEJO - FICHA TÉCNICA

PROJETO ANIMAIS DO MAR - CARANGUEJO - FICHA TÉCNICA


FICHA TÉCNICA DO ANIMAL MARINHO:


NOME:  CARANGUEJO.

PESO: DE 1 A 20 QUILOS.

COMPRIMENTO:  CERCA DE 9 A 20 CENTÍMETROS EM MÉDIA.

ONDE VIVEM: NAS REGIÕES DE MANGUES  (VER TEXTO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA).

ALIMENTAÇÃO:  MOLUSCOS, TATUÍRAS, VEGETAIS E RESTOS DE ANIMAIS 

MORTOS.

FILHOTES:  NASCEM DE OVOS.